2 de out de 2011


De repente você escapa dos meus dedos

Como um sonho que vira pesadelo

E eu não tenho como parar

Eu choro lágrimas secas

Eu grito em silêncio

Enquanto você sai da minha vida

E eu esqueço como respirar

A cada passo que você dá

E eu esqueço como respirar

Eu esqueço, eu esqueço

A cada batida da porta

Meu coração acelera

E depois ele se quebra

Como se fosse de vidro

Porque você não vem me salvar?

Eu estou desistindo de lutar

Quero viver em paz


Nenhum comentário:

Postar um comentário